Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

"Estas & outras Cumplicidades"

"Estas & outras Cumplicidades"

Porquê um novo blog ?

12.04.24, cumplicedotempo

Cúmplice do tempo (2).png

A resposta poderia ser tão simples como, porque me apetece ponto final.

E já bastaria para eu dizer por aqui meia dúzia de disparates e as pessoas que me lessem dissessem ou pensassem, este Cúmplice do Tempo afinal não regula muito bem, ou coitado aquele cérebro deixou de funcionar.

Mas não, embora eu aceito a primeira opção, porque este cúmplice e o tipo que está "por trás dele, nele e que por isso nunca deixou de ser ele próprio”, tem algumas falhas que não são sísmicas, porque a segunda opção vai equilibrando a coisa e ele cérebro ainda funciona, e muito bem.

 “Deixo aqui um bem-haja aos meus neurónios por nunca me terem abandonado.”

Este blog serve como muitos neste charco a beira mar plantado, para de forma livre escrever sobre um pouco de tudo e entre os temas, decidi partilhar um pouco da minha experiência com um linfoma (linfomania), que qual namorada possessiva qual quê! decidiu aparvalhar a minha vida de tal forma, que lá acabei por me render a ela, ao ponto de até ter vontade de escrever sobre a dita cuja.

E de certa forma e por mais parvo que pareça ainda, conseguiu me trazer coisas positivas a minha vida, ou seja por muito mau que pareça, há sempre algo de positivo que podemos retirar e com isso da melhor forma encarar o longo caminho que temos a percorrer, e foi isso que eu fiz desde o primeiro dia, e será acima de tudo, isso que eu vou querer partilhar, sem deixar de focar a parte séria da coisa (porque levo muito a sério este processo) disso não duvidem.

Posto isso, sem “O drama, a tragedia e o horror” porque o Artur Albarran não foi nem vai ser convidado a escrever neste blog, vai se partilhar um pouco, "Estas e outras cumplicidades" num registo leve e natural, sem de forma nenhuma pretender banalizar seja o que for.

Nota: Omiti foi a parte que os meus amigos já estão fartos de me aturar, e eu tagarela como sou e me confesso, precisei arranjar um escape, por isso bora lá criar um blog novo.

42 comentários

Comentar post

Pág. 1/2